Buscar
  • Adriano Guimarães Ribeiro Saran

Caso Clínico – Tratamento de clientes com Paralisia Cerebral Espásticas com deformidades no sistema


A paralisia cerebral (PC) é uma doença encefálica não progressiva, causada por lesão no cérebro nos primeiros estágios do seu desenvolvimento, resultando numa permanente deficiência motora. A deformidade vertebral em pacientes com paralisia cerebral é de causa multifatorial, acarretando fraqueza muscular, espasticidade e controle muscular ineficiente, podendo agravar mesmo após a maturidade. Cerca de 20% a 25% dos casos de paralisia cerebral apresentam deformidades vertebrais, sendo 74% paralisia cerebral espástica - um distúrbio do desenvolvimento causado por danos no cérebro antes do nascimento, durante o parto ou nos primeiros anos de vida - que impede o desenvolvimento normal da função motora.


Existem diferentes tipos de paralisia cerebral como a forma espástica, que é a mais comum. Outros tipos de paralisia cerebral podem levar a movimentos anormais (forma discinética) ou problemas com equilíbrio e caminhada (forma atáxica).

Essas deformidades quando não tratadas resultam em curvas de grandes magnitudes na coluna vertebral acompanhadas de obliquidade pélvica e leva a complicações clínicas e de alterações biomecânicas severas no sistema músculo esquelético.


Um projeto inédito desenvolvido pela Clínica Projeto Liberdade Reabilitação e Equoterapia, de São Paulo-SP - que atua no segmento de reabilitação de pessoas com deficiência através de uma equipe multidisciplinar - vêm obtendo excelentes resultados.

Quem nos conta é a terapeuta Jéssica Cardoso Neiva que coordena o projeto que consiste em tratar pacientes com paralisia cerebral através do método da Terapia Manual Seitai & New Seitai – Método Adriano Saran.


Os atendimentos semanais com a técnica Seitai & New Seitai têm como objetivo tratar pacientes que possuam escoliose neuromuscular, dentre outras alterações causadas em decorrência da paralisia cerebral. Um dos casos clínicos acompanhados pelo nosso Instituto é dos pacientes Lucas Linning, de 10 anos e Manoela Mota Martins, de 13 anos -





Manoela Mota, que iniciou o tratamento em fevereiro de 2022, possui uma escoliose de 69 graus e em breve irá fazer procedimentos cirúrgicos para correção, mas mesmo antes da cirurgia têm apresentado melhoras consideráveis. Segundo Jéssica, Manoela gosta muito da terapia, fica muito feliz ao receber a sessão e tem atingido um grau de controle da dor considerável, mantendo o quadro de ausência de dor entre os atendimentos semanais. Segundo os profissionais que a acompanham, ela tem mantido a estabilidade do controle dor mesmo sem medicação, o que vêm causando muito entusiasmo em toda a equipe multidisciplinar que a acompanha, deixando-os cada vez mais curiosos e interessados pelo Seitai & New Seitai.


A perspectiva de progressão e resultados do tratamento de Manuela, além do controle do quadro de dor são harmonização progressiva no alinhamento global, melhoria da capacidade respiratória, fortalecimento do tônus muscular dentre outros benefícios que vão sendo aos poucos aferidos sessão após sessão pela equipe. Lucas Linning, outro paciente atendido por Jéssica, também têm se beneficiado com resultados semelhantes ao de Manoela, como harmonização progressiva da curvatura da coluna, fortalecimento de tônus muscular, dentre outros benefícios.




Davi Lopes, de 8 anos, tratado pela Terapeuta que possui hipercifose e quadro de distonia, recebeu duas sessões, teve um resultado surpreendente de alinhamento postural, (visível na foto) deixando até sua mãe impressionada e com grande expectativa no tratamento. Segundo a terapeuta Jéssica, "O diferencial desta terapia é a manutenção dos resultados e a evolução gradual sessão após sessão".




A equipe multidisciplinar da Clínica vêm acompanhando com entusiasmo os resultados obtidos por Jéssica, e desejam estender os benefícios observados do Seitai & New Seitai a todos os pacientes atendidos pela instituição, tendo como objetivo trazer maior qualidade de vida no tratamento das crianças, minimizando o avanço das deformidades geradas pela consequência do processo dos estirões de crescimento e da permanência excessiva em cadeiras de rodas, fatores agravantes para a evolução do quadro.


Sobre o Seitai & New Seitai - Método do Prof. Adriano Saran


A Terapia Manual Japonesa Seitai & New Seitai – Método do Prof. Adriano Saran é um tratamento que proporciona um reequilíbrio do sistema músculo-esquelético promovendo o alívio imediato de dores agudas e crônicas, alinhamento postural e prevenção de desequilíbrios futuros.


O Método se baseia na avaliação minuciosa das falhas posturais do corpo que mostra vários sinais a raiz de uma ou mais queixas de dores, que consequentemente precisam ser corrigidas para que as mesmas sejam erradicada e a postura alinhada, pois tudo no corpo é interconectado e uma área em desequilíbrio pode interferir em todo o sistema músculo esquelético.

A Terapia utiliza-se a integração de ferramentas terapêuticas especiais de madeira protegidas com camadas de EVA que se adaptam a anatomia do corpo que são levemente percurtidas nas áreas em desequilíbrio integrados a mobilizações manuais, que promove um relaxamento profundo, além de ativar a capacidade de auto-regulação do sistema músculo esquelético e do organismo como um todo corrigindo os desequilíbrios de forma não invasiva.


Consequentemente o corpo alcança seu alinhamento postural e a eliminação das dores, o reequilíbrio do sistema músculo esquelético, além de ter um impacto positivo sobre o emocional do paciente.


Terapeuta Jéssica Cardoso Neiva - Terapeuta formada pelo Instituto Saúde e Equilíbrio


Projeto Corpo de Barro- São Paulo – 11 952500253

Instagram - @corpodebarro


Projeto Liberdade - Mairiporã - São Paulo – 11 941917707

contato@projetoliberdade.com.br

Facebook - www.facebook.com/projetoliberdade







499 visualizações0 comentário